segunda-feira, 18 de junho de 2018

Aranha Mais Marinha

Sabes qual é a aranha que é semimarinha? É a Desis marina.

Normalmente as aranhas não são animais marinhos. A Desis marina está classificada como semimarinha, pois habita nos recifes de coral expostos e nos interstícios das rochas da Austrália e da Nova Zelândia. Quando a maré sobe, esconde-se dentro de tocas abandonadas de minhocas e impede que a água saia tecendo uma cobertura de seda, podendo sobreviver debaixo da água durante diversos dias.  

Aranha Marinha
Shuker, Karl. (2008). Planeta Vivo. In Craig Glenday, Guiness World Records 2009 (p. 32). Alfragide: Livros d'Hoje.

sexta-feira, 15 de junho de 2018

Um Susto de Colaboradora

Quem é o Geronimo Stilton? Sou eu! Sou um senhor, ou melhor, um roedor um pouco distraído, sempre com a cabeça nas nuvens... Dirijo uma editora, mas a minha verdadeira paixão é escrever. Aqui em Ratázia, na ilha dos Ratos, os meus livros são todos bestsellers. O quê? Não os conhecem? São histórias para rir, mais delicadas que o queijo fresco, mais apetitosas que o da Serra, mais suculentas que o cabreiro... histórias mesmo ratonas, palavra de Geronimo Stilton!

Excerto
«Desde que admiti a minha nova colaboradora, a Pinky Pick, tem-me acontecido de tudo. Certa vez até me convenceu a fazer a Passagem de Ano no Pólo Norte à deriva sobre um icebergue, sem sequer um queijinho para comer, a dançar o tango durante horas e horas...»

Este é 40.º volume da coleção Geronimo Stilton!
Vem viver mais esta aventura em Ratázia! O livro já está disponível na Biblioteca!

quinta-feira, 14 de junho de 2018

As Cançõezinhas da Tila

Matilde Rosa Araújo nasceu e viveu em Lisboa, em 1921, tendo estudado em casa com professores particulares até ter entrado na Faculdade de Letras da Universidade Clássica de Lisboa, em 1945. Foi professora, leccionando a disciplina de Português e formadora de professores na Escola do Magistério Primário de Lisboa.

Excerto
Dança da rosa
Meninas de mãos de seda,
Meninas da cor da Lua:
Vamos lá dançar de roda
À roda da nossa rua!

Este é mais um título da coleção Educação Literária!

Queres saber mais sobre estas meninas? Então vem requisitar o livro!
Já está disponível na Biblioteca!

quarta-feira, 13 de junho de 2018

Fala-me de Amor

"- Fala-me de amor. Tenho tanta dificuldade em entender... Para mim, o amor está cheio de segredos!
- Segredos... e sentes que descobrir alguns desses segredos te pode ajudar?
- Tenho essa esperança. Mas não sei por onde começar."

Requisita o livro e vem conhecer alguns dos segredos do amor.
Já se encontra disponível na Biblioteca!

terça-feira, 12 de junho de 2018

O Mistério da Estrada de Sintra

Em viagem de Sintra para Lisboa, o médico Dr.*** e o escritor F… são interceptados por um grupo de quatro mascarados, que os sequestram. Encaminhados, de olhos cobertos, para um prédio misterioso, é apenas quando as suas vendas são retiradas que os dois amigos descobrem os contornos macabros do rapto de que foram alvo - aos seus pés encontra-se o cadáver de um estrangeiro. Quem será este homem e qual a sua história? 
Publicado inicialmente nas páginas do Diário de Notícias, entre Julho e Setembro de 1870, sob forma de cartas anónimas, e nesse mesmo ano com edição em livro, O Mistério da Estrada de Sintra foi resultado da colaboração de dois grandes mestres, Eça de Queiroz e Ramalho Ortigão. 
É considerada a primeira narrativa policial da literatura portuguesa.

Queres conhecer melhor Eça de Queiroz? Então, requisita o livro.
Já se encontra disponível na Biblioteca!

segunda-feira, 11 de junho de 2018

Que Miúfa no Kilimanjaro!

Quem é o Geronimo Stilton? Sou eu! Sou um senhor, ou melhor, um roedor um pouco distraído, sempre com a cabeça nas nuvens... Dirijo uma editora, mas a minha verdadeira paixão é escrever. Aqui em Ratázia, na ilha dos Ratos, os meus livros são todos bestsellers. O quê? Não os conhecem? São histórias para rir, mais delicadas que o queijo fresco, mais apetitosas que o da Serra, mais suculentas que o cabreiro... histórias mesmo ratonas, palavra de Geronimo Stilton!

Excerto
«Era uma fria noite de outubro. Tinha mesmo acabado de colocar a última peça dum puzzle complicadíssimo, quando a mesa vibrou...
Vi-me focinho a focinho com um roedor extramusculoso, extratonificado, extraenergético. Era o meu amigo Hiena!
Um instante depois, o calor da minha casa era apenas uma recordação... esperavam-me as neves perenes do Kilimanjaro!»

Este é 48.º volume da coleção Geronimo Stilton!
Vem viver mais esta aventura em Ratázia! O livro já está disponível na Biblioteca!

sexta-feira, 8 de junho de 2018

SOS Clonagem

Raquel, Simão, Baltas e Chico Banzé vão viver mais uma aventura alucinante com todas as peripécias e humor a que já nos habituaram. Desta vez o que vai estar na mira dos famosos Super 4 é um estranho fenómeno de clonagem que quase chega a baralhar definitivamente a cabeça destes perspicazes "detectives". No fim, tudo acaba por se resolver, mas durante este livro chegam mesmo a viver-se momentos complicados que perturbam a respiração dos mais calmos.

Excerto
São como formigas obedecendo a um plano previamente traçado ao milímetro e ao segundo. Figuras vestidas de negro, equipadas com o mais sofisticado armamento. Vejo-as assumir posições de combate, ao aprontarem-se para cercar o edifício central de um enorme complexo hospitalar. Fazem-no a uma velocidade tão incrível que não cabe na imaginação.

Este é o 4.º volume da coleção Os Super4.
Queres continuar a saber a história? Então vem requisitar o livro!
Já está disponível na Biblioteca!

quinta-feira, 7 de junho de 2018

Sentados no Silêncio

De vez em quando o milagre acontece e há leituras, há narrativas que atravessam a vida de lés-a-lés, nos esclarecem a respeito dos outros e de nós mesmos, desempenhando, através dos destinos e dos dramas que põem em cena, a sua grande função de efabulação e de ternura.
Que seríamos nós sem esse círculo íntimo de personagens que se tornam nossas cúmplices, sem essas histórias que se lêem e relêem de um modo fascinado, quase hipnótico?

Requisita o livro e vem ler esta história.
Já se encontra disponível na Biblioteca!

quarta-feira, 6 de junho de 2018

A Espada do Rei Afonso

A Espada do Rei Afonso narra as fantásticas aventuras de três irmãos que, durante uma visita ao Castelo de São Jorge, encontram uma estranha e valiosa moeda com poderes mágicos.
Sem se aperceberem, os jovens encontram-se no Portugal de 834 anos atrás!
A moeda tornou possível uma surpreendente viagem no tempo até ao reinado de Afonso Henriques, o primeiro rei de Portugal.

Este é o 25.º volume da coleção Geração Público!

Requisita o livro e participa nesta fantástica viagem.
Já se encontra disponível na Biblioteca!

terça-feira, 5 de junho de 2018

E tudo começou com a Alice

Com oito anos de idade, Alice Mckinley quer ter as orelhas furadas, cabelo verdadeiramente comprido, um animal de estimação e, acima de tudo, uma mãe. Sendo a aluna nova do terceiro ano, Alice não conhece uma única pessoa em Takoma Park, a não ser o vizinho do lado, Donald Sheavers, que não é só um rapaz, como também parece um pouco peculiar. Desesperada para conhecer pessoas, Alice aprende que fazer amigos é mais difícil do que parece...

Requisita o 1.º volume da coleção e vem acompanhar as aventuras de Alice.
Já está disponível na Biblioteca!

segunda-feira, 4 de junho de 2018

De que Cor é o Desejo?

Olhar a beleza de um fruto, namorar, brincar, viajar, tentar ver o que parece invisível ...
Desejos realizados, desejos contrariados. Os poemas deste livro falam disso e de outras coisas e até do desejo de inventar novas palavras - como se as que existem não chegassem para o que se quer transmitir.
E, já agora, de que cor é o desejo? Que o digam os versos, até porque alguém o afirmou - a poesia é a arte de revelar através das palavras o lado escondido da realidade.

O livro já está disponível na Biblioteca!

sexta-feira, 1 de junho de 2018

Dia Mundial da Criança

E porque hoje é o Dia Mundial da Criança, deixamos aqui, como presente para todos, um poema de Ruy Belo acompanhado de um quadro do pintor norte americano Donald Zolan também conhecido como o "pintor das crianças".

"Happy Kids" de Donald Zolan
Algumas Proposições com Crianças

A criança está completamente imersa na infância
a criança não sabe que há-de fazer da infância
a criança coincide com a infância
a criança deixa-se invadir pela infância como pelo sono
deixa cair a cabeça e voga na infância
a criança mergulha na infância como no mar
a infância é o elemento da criança como a água
é o elemento próprio do peixe
a criança não sabe que pertence à terra
a sabedoria da criança é não saber que morre
a criança morre na adolescência
Se foste criança diz-me a cor do teu país
Eu te digo que o meu era da cor do bibe
e tinha o tamanho de um pau de giz
Naquele tempo tudo acontecia pela primeira vez
Ainda hoje trago os cheiros no nariz
Senhor que a minha vida seja permitir a infância
embora nunca mais eu saiba como ela se diz

Ruy Belo, in Homem de Palavra[s]

Feliz Dia da Criançasão os votos da equipa da biblioteca.

A Professora Bibliotecária,
Isabel Santos