quarta-feira, 25 de abril de 2018

Era uma vez um Cravo

Era uma vez um cravo nascido no mês de Abril para enfeitar a tarde de uma festa infantil.

Excerto
Era vermelho e fresco
como um fruto da estação
e posto numa lapela
fazia figurão.

Tinha irmãos aos molhos
nascidos na mesma altura
e juntinhos dentro d'água
pareciam uma pintura.

Uma pintura a aguarela
feita por mão amadora
em dia de Primavera
sem perder pela demora.

A florista do bairro
tinha os cravos guardados
para festas de noivado
e também para baptizados.

José Jorge Letria

Queres saber mais sobre este cravo? Então, vem requisitar o livro!
Já está disponível na Biblioteca!

Feliz Dia da Liberdadesão os votos da equipa da biblioteca.

A Professora Bibliotecária,
Isabel Santos

Sem comentários: