sexta-feira, 9 de março de 2018

Escrito na Parede

Quando o Daniel chega a casa, a mãe não está. Não se preocupa, porque já se habituou a que ela chegue tarde e a ficar sozinho. E agora tem o Rufo, um cão rafeiro, gorducho e mal-humorado, para lhe fazer companhia. Nos dias seguintes, tenta esforçar-se por não se alarmar: Talvez a mãe esteja em casa de uma amiga, talvez se tenha esquecido de avisar o Daniel. Passam-se dias, e o Daniel já não sabe o que fazer...

Excerto
Estava a ser um dia normal, como qualquer.
De manhã o Daniel foi para a escola e as aulas correram como sempre. Ninguém veio procurá-lo à sala de aulas com um recado urgente; nenhuns sobressaltos perturbaram o dia até ao fim da tarde.

Queres saber mais sobre a história do Daniel? Então, vem requisitar o livro.
Já está disponível na Biblioteca!

Sem comentários: