segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Anos 20 e 30 - Entreter o Povo

Durante a Primeira Guerra Mundial (1914-18), as transmissões públicas de rádio foram proibidas em muitos países, de maneira a não interferirem com as transmissões secretas dos militares. Por outro lado, tal como acontece na guerra, a tecnologia da rádio sofreu grades avanços.
 Por volta de 1920, as restrições impostas pela guerra foram levantadas e a rádio estava, uma vez mais, preparada para se difundir velozmente. Surgiram pequenas emissoras, particularmente nos EUA e Reino Unido, seguidas posteriormente pelo resto da Europa. 
Uma das primeiras licenças de transmissão foi atribuída à radio KDKA, nos EUA. Esta transmitiu notícias das eleições presidenciais norte-americanas de 1920, atualizadas com uma rapidez imbatível por qualquer jornal. Estava conquistado o público.

Queres saber mais sobre a história dos media? Então este livro é para ti!
Já está disponível na biblioteca!

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

A Aventura da Vida - Crónica de Viagens 1

Quando o rotor do nosso helicóptero pára, um silêncio absoluto invade a baía do rio Ogabi. Estamos ao norte dos territórios do Yukon. O termómetro marca 35 graus abaixo de zero. A atmosfera está límpida como cristal. À nossa frente, destacando-se sobre o disco solar, branco, como um prato de loiça, recortam-se as vanguardas dos caribus migradores...

Excerto
O glutão, o maior dos mustelídeos, ou seja, parente de martas, lontras e doninhas, está rodeado por lendas e goza de uma fama que é bem merecida. Porque o glutão, com o seu escasso metro de comprimento e os seus trinta ou quarenta quilos de peso, não teme, muito pelo contrário, lobos ou ursos, para não dizermos linces ou marta.

Queres saber mais sobre animais? Então este livro é para ti!
Já está disponível na Biblioteca!

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

A Aventura da Vida - Crónica de Viagens 4

Aves das zonas húmidas africanas - Já me referi à incrível variedade e à extraordinária riqueza dos meios aquáticos, que são o resultado da relação, com manifestações infinitas, entre dois elementos básicos: a terra e a água. Desta multiplicidade de habitats, ou seja, lagoas, pântanos, charcos, marismas e rios, apenas podemos extrair uma característica comum: a presença constante do elemento líquido.

Excerto
As terras albergam sobretudo uma enorme riqueza ornitológica.
As aves, com efeito, são os vertebrados que tiram mais proveito dessa dupla condição de refúgio e armazém de víveres que existe nas águas de superfície. Não é raro, por isso, que em certas lagoas ou pântanos cheguem a ser milhões os pássaros que para aí marcam encontro.

Queres saber mais sobre animais? Então este livro é para ti!
Já está disponível na Biblioteca!

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

A Aventura da Vida - Crónica de Viagens 2

Muito possivelmente, qualquer viajante que tenha a sorte de percorrer as imensas savanas do continente africano fá-lo-á com a esperança de encontrar aqueles animais que representam, para o grande público, a alma e a essência de África.

Excerto
A perdiz-nival, que vemos na página anterior sozinha e em grupo é, juntamente com o lagópode-escandinavo, o mais genuíno representante dos tetraónidas do Novo Mundo. Este grupo de aves, no qual se incluem os urogalos e as galinhas-de-poupa, tem hábitos muito semelhantes aos das perdizes típicas, embora em algumas espécies se evidencie sobretudo a sua capacidade de mudar a plumagem: no Inverno são completamente brancas, com a consequente homocromia protetora, enquanto no verão ficam pardas. As sobrancelhas vermelhas que surgem por cima dos olhos como adorno nupcial são as características distintas dos machos durante a estação favorável.

Queres saber mais sobre animais? Então este livro é para ti!
Já está disponível na Biblioteca!


segunda-feira, 3 de agosto de 2015

A Aventura da Vida - Crónica de Viagens 3

Em todos os ecossistemas existe uma relação estreita entre os componentes abióticos, como a luz, a temperatura, as matérias rochosas, etc., e os diferentes seres vivos que neles se encontram. 
Os primeiros exercem uma ação tão direta na fauna e na flora que chegam a determinar quais os tipos de espécies que podem sobreviver num dado ambiente.

Excerto
A tragédia do elefante...
Os antepassados elefantes viveram em várias regiões zoológicas do planeta, das quais desapareceram há muitos milhares de anos. Para dar apenas um exemplo, estão ainda na mente de nós todos os lendários mamutes, que se extinguiram deixando nestes seres, os elefantes, hoje unicamente presentes nas regiões etiópica e oriental, uma certa imagem do passado de esplendor dos proboscídeos.

Queres saber mais sobre animais? Então este livro é para ti!
Já está disponível na Biblioteca!