sábado, 31 de dezembro de 2011

Feliz Ano Novo

Tchim! Tchim! 
Um brinde a um ano novo repleto de paz, saúde, amor e muita alegria...

são os votos da equipa da biblioteca. 
Feliz 2012!

A Professora Bibliotecária,
Isabel Santos

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Nero Corleone

Nero Corleone - astuto, terno, audaz e sedutor - impõe a sua lei na quinta italiana onde nasceu. 
As suas ambições são grandes: conhecer outra terras e experimentar todos os prazeres da vida. Por isso convence Isolda e Roberto, um casal alemão, para que o levem com eles para Colónia. Aí, em pouco tempo, torna-se o senhor do bairro e encontra amizade e amor. Mas um dia, ao começar a envelhecer, a nostalgia torna-se mais forte…

Um livro delicioso, para jovens de todas as idades, que se transformou num grande bestseller europeu.

Já está disponível na Biblioteca!

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

A Festa de Anos do Tomás

O Tomás faz anos e convida os seus amigos da escola para uma festa em sua casa.
Estavam todos a brincar, cada um para o seu lado, quando de repente um relâmpago lá fora provoca um corte de electricidade.
De um momento para o outro, já ninguém sabia ao que brincar, porque já não podem ver televisão, ouvir música, ou jogar no computador... O que faríamos nós sem os confortos da tecnologia?
Mas será que com alguma imaginação eles não conseguirão divertir-se?

PNL - Leitura Orientada na Sala de Aula
(12 exemplares)

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Expedição à Ilha Borboleta

Quem é o Geronimo Stilton? Sou eu! Sou um senhor, ou melhor, um roedor um pouco distraído, sempre com a cabeça nas nuvens… Dirijo uma editora, mas a minha verdadeira paixão é escrever. Aqui em Ratázia, na Ilha dos Ratos, os meus livros são todos bestsellers. O quê? Não os conhecem? São histórias para rir, mais delicadas que queijo fresco, mais apetitosas que o da Serra, mais suculentas que o cabreiro… histórias mesmo ratonas, palavra de Geronimo Stilton!

«E pensar que tudo começou por causa de um café com natas! Tal e qual! Um café com natas! E, a partir daí, a minha louca paixão por Mozzarbela, a visita à bruxa misteriosa, a expedição ao Vale das Queijinhas na Ilha Borboleta, etc., foi uma aventura de arrepiar os bigodes, palavra de roedor!»

Vem viver mais esta aventura em Ratázia! O livro já está disponível na Biblioteca!

sábado, 24 de dezembro de 2011

Natal

Decoração de Natal
A equipa da Biblioteca deseja a todos um... Feliz Natal!

A Professora Bibliotecária,
Isabel Santos

Deixamos aqui um presente que esperamos que seja do vosso agrado... uma canção de Natal muito alegre dos Coldplay - Christmas Lights - banda de rock alternativo britânica, formada em 1996 pelo vocalista Chris Martin.
Esta canção foi lançada como single no dia 1 de dezembro de 2010. A letra é da autoria de Guy Berryman, Jon Buckland, Will Champion e Chris Martin.

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Uma Aventura na Selva Negra

QUEM É O GERONIMO STILTON?
Sou eu! Sou um senhor, ou melhor, um roedor um pouco distraído, sempre com a cabeça nas nuvens… Dirijo uma editora, mas a minha verdadeira paixão é escrever. Aqui em Ratázia, na Ilha dos Ratos, os meus livros são todos bestsellers. O quê? Não os conhecem? São histórias para rir, mais delicadas que queijo fresco, mais apetitosas que o da Serra, mais suculentas que o cabreiro… histórias mesmo ratonas, palavra de Geronimo Stilton!

«Vocês têm medo do escuro? Das aranhas? E dos gatos? Sofrem de vertigens? Eu, sim... Ou antes, não. Já não! Curei-me durante um curso estranhíssimo, incrível, que fiz na Selva Negra...»

Vem viver mais esta aventura em Ratázia! O livro já está disponível na Biblioteca!

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Tintin e os Charutos do Faraó

Tintin está a fazer um cruzeiro com destino ao Extremo Oriente, quando encontra um egiptólogo extravagante que procura a tumba de um faraó.
Ao decidir acompanhá-lo é capturado e após várias peripécias chega à Índia, onde desmonta uma organização de traficantes de ópio...

Álbum inicialmente publicado a preto e branco, foi o último a ser colorido, em 1955. Este álbum surgiu 12 anos após a descoberta do túmulo de Tutankhamon.


Queres conhecer mais uma aventura de Tintim?
Então, vem requisitar o livro! Já está disponível na Biblioteca!

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Viagem à Roda do meu Nome

Abílio detesta o seu nome e decide mudá-lo para Luís. A mudança de nome tem valor simbólico, mostra o instante em que Abílio entra em processo de crise, na busca de ser ele mesmo, diferente daquilo que dele queriam fazer. Uma viagem à terra dos seus antepassados reconcilia-o com a sua história e o seu nome.
Este romance realista, de personagens bem delineadas, retrata a vida quotidiana e o mundo interior de um rapaz, utilizando a primeira pessoa em dois tempos de enunciação, e aborda com optimismo o complexo tema da identidade.

E tu? Alguma fez pensaste em mudar de nome? 
Vem requisitar o livro à biblioteca e fica a conhecer as razões que levaram Abílio a fazê-lo!

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

O Diário de Anne Frank

Anne era uma rapariguinha de uma família judaica de Francfort que se refugiou na Holanda para escapar às perseguições nazis. Invadido este país, a família esconde-se com outras pessoas num "anexo" de uma casa, onde, protegida por gente corajosa e dedicada, consegue viver largo tempo sempre no terror de ser descoberta. Acabou por sê-lo. E o diário de Anne foi encontrado por acaso num monte de papéis velhos. Anne veio a morrer no campo de concentração de Bergen-Belsen. Mas o diário que essa rapariguita escreveu é, na sua perspicácia e na sua desenvoltura adolescente, um documento, um autêntico documento humano - e, só pelo facto de existir, um protesto contra as injustiças do mundo em que vivemos.

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

A Menina do Mar

Um rapaz, que vivia numa casa na praia, adorava tomar banho no mar e brincar nas rochas. Um dia, após um grande temporal, ao passear pelas poças de água, descobre uma menina, com um palmo de altura, a brincar com um polvo, um caranguejo e um peixe.
Era a menina do mar que lhe conta a sua história e alguns dos segredos do mar.
Voltam a encontrar-se várias vezes para conversar e descobrir como as coisas da terra são diferentes das do mar; o rapaz explica-lhe o que é a saudade e a alegria e mostra-lhe o fogo, a flor e o vinho. Falhada a tentativa de a levar a descobrir como se vive na terra, aceita, bebendo uma poção mágica, descer ao fundo do mar para se encontrar com a menina. A sua terra passou a ser o mar.

Como será a vida do rapaz no mar? Lê o livro e descobre a resposta!
Já está disponível na Biblioteca!

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

A Floresta

Isabel morava numa quinta, bela quinta e adorava anões. Quando era mais pequena passava dias e dias no parque, no bosque e no pinhal à procura dum liliputiano.
Espreitava atrás das moitas e nos buracos. Mas nunca encontrou nenhum. Convenceu-se que eles não existiam,... mas só até ao dia em que encontrou um.
O anão, a medo lá ficou amigo de Isabel, e a partir daí contou-lhe coisas fascinantes. Entre essas coisas, que ele lhe contou, o anão, narrou-lhe uma história surpreendente, que o tinha marcado, quando era novo, e que o assustava agora.
A história de dois assaltantes, que tomaram de assalto uma floresta e todos os que lá passavam e também dois frades que embora não tivessem nada, serviam de curandeiros para eles.

Será que o Anão vai conseguir cumprir a missão de que estava incumbido?
Lê o livro e descobre a resposta!
Já está disponível na Biblioteca!

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Ticiano

Ticiano Vecellio ou Vecelli, em italiano Tiziano Vecellio, foi um dos principais representantes da escola veneziana no Renascimento antecipando diversas características do Barroco e até do Modernismo.

«As primeiras obras que podemos atribuir com alguma segurança a Ticiano, de cerca de 1509, eram frescos na parede exterior da Fondaco dei Tedeschi, um edifício comercial construído para a comunidade alemã veneziana, em cuja fachada também tinha trabalhado Giorgine.»

Vem folheá-lo, ler, ver as pinturas, admirar os traços, as cores...!
O livro já está disponível na biblioteca!

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

As Fadas Verdes

O silêncio das florestas verdejantes esconde seres de muitas cores, formas e feitios, que nascem da terra e se alimentam de sol e água: são as fadas verdes.

Não é difícil vê-las e também tu conheces com certeza muitos desses seres especiais – tangerinas, jacarandás, árvores, borboletas, garças e muitos outros – que todos os dias nos oferecem a sua beleza (alguns até tratam do ar que respiramos) e não pedem nada em troca.

O livro já está disponível na Biblioteca!

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

A Manopla de Karasthan

Na imensidão cósmica existe um mundo, Allaryia, de grandes heróis e vilões infames, de seres de uma beleza indescritível e criaturas maléficas de uma fealdade atroz, nações poderosas e impérios tirânicos. Depois de muitas eras que alternaram entre a paz e a discórdia, encontramos neste primeiro volume das Crónicas de Allaryia, um tempo de aparente tranquilidade, de uma calma inquietante, semelhante ao silêncio que antecede a tempestade. Algures, numa câmara escura, subterrânea, algo se move, tentando libertar-se de anos de cativeiro, algo monstruoso, inumano, sedento de sangue e dor. O povo de Allaryia perdeu o seu campeão – Aezrel Thoryn, provavelmente morto numa batalha contra o Flagelo, a força das trevas, em Asmodeon – e mais do que nunca precisa de protecção. Aewyre Thoryn, o filho mais novo do saudoso rei, pega em Ancalach, a espada do seu pai, decide descobrir o que realmente lhe aconteceu e parte a caminho de Asmodeon. O que o jovem guerreiro não podia prever era que a sua demanda pessoal se iria transformar, à medida que os encontros se vão sucedendo, na demanda de um grupo particularmente singular, que reunirá a mais estranha e inesperada mistura de seres - Allumno, um mago, Lhiannah, a bela princesa arinnir, Worick, um thuragar, Quenestil, um eahan, Babaki, um antroleo, Taislin, um burrik, Slayra, uma eahanna negra e o próprio Aewyre. O ritmo a que se sucedem as aventuras é absolutamente alucinante, a cada passo surgem perigos mais tenebrosos, seres aterradores que esperam, ocultos nas sombras, o melhor momento para atacar e roubar a tão desejada Ancalach… Mas os laços de amizade que unem o grupo estão cada vez mais fortes e, juntos, sentem-se capazes de enfrentar qualquer inimigo.

Este é o 1º volume da série As Crónicas de Allaryia.
Já se encontra na biblioteca!

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

A Lua de Joana

Este livro pode ser considerado uma espécie de diário (apesar de não o ser), porque a personagem principal escreve cartas para uma amiga que já morreu, contando-lhe tudo o que se passa na vida dela. Trata-se de uma história de uma rapariga chamada Joana, que perdeu a sua melhor amiga, quando esta se envolveu com as drogas. Joana interrogava-se ao tentar entender o que teria levado a sua amiga Marta a fazer aquilo. Joana era uma rapariga exemplar, na escola e em casa, mas tudo mudou quando ela se envolveu com uma amiga da Marta, a Rita, e com o próprio irmão da Marta, o Diogo.

Este livro é escrito em forma de diário e fala-nos sobre a vida de uma rapariga chamada Joana e que se sente revoltada por a sua melhor amiga ter falecido por causa da droga... Este livro tem emoções muito fortes que nos envolvem completamente na vida desta jovem. Mas o que acontecerá quando Joana experimentar a droga? O que será que lhe acontecerá?

Lê e descobre! Já está disponível na biblioteca!

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Coraline e a Porta Secreta

Na nova casa de Coraline Jones existem vinte e uma janelas e catorze portas. Treze estão abertas mas há uma que está sempre fechada. E é precisamente essa porta misteriosa que desperta uma curiosidade inquietante em Coraline, levando-a a descobrir uma passagem secreta para uma casa aparentemente igual à sua. Mas depressa se apercebe de que algo de estranho se passa.
Incrédula, Coraline assiste a um cenário invulgar: anjos que flutuam, livros com imagens que se contorcem, crânios de pequenos dinossauros que tiritam os dentes quando ela passa, cães e gatos que falam, brinquedos animados e os seus próprios pais que a acolhem neste novo mundo.
Mas como podem os seus pais ter botões pretos no lugar de olhos? E por que motivo querem estes novos pais aprisionar os antigos num espelho existente no corredor? Será que ela está simplesmente a sonhar ou na verdade já não pertence ao mundo real? 

... queres saber mais? Então vem requisitar o livro! Já está disponível na biblioteca!