quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Este não é o rapaz com quem eu sonhava

O sonho é a constante da vida de Charlotte Robbins, seja em casa quando o irmão mais novo, o maior diabrete que existe à face da terra, lhe destrói a pouca paz de espírito interior de que disfruta, seja quando está a ver televisão, e então é ela a grande actriz do écran, e a recorrente história de amor é a sua, ou seja em plenas aulas, até nas de matemática, com o terrível prof. Brooks. Mas de todas estas variantes, a especialidade de Charlie era sonhar acordada... e sonhar que poderá ser a Julieta na peça que a escola estava a montar, principalmente depois de ter descoberto que Garth Strong, último ano de liceu, de rebeldes cabelos louros e olhos de um azul profundo...ai!, lindo de morrer!) seria o Romeu do teatro, e o grande motivo dos seus suspiros e sonhos... e claro, de muitas outras jovens como ela. Mas nem ele sabe da existência dela, e é quase certo que o papel seja atribuido à odiosa e arrogante Deborah (todos a achavam a miúda mais bonita e popular do liceu, aquela cabeça de burro, mas porquê???). Nem assim Charlie tenciona desistir, não depois de ter lido todos aqueles romances cor-de-rosa e de ter visto todos os finais felizes das telenovelas que a inspiraram. Mas as coisas nem sempre acontecem como nos romances, sobretudo quando a peste do irmão interfere nos seus planos, ou porque os pais decidiram impor a ordem em casa precisamente naquela altura, ou quando se conta com a ajuda da sua melhor amiga, que se decidiu transformar num verdadeiro «grilo falante»... Ah, que desespero!!! Será que Charlie consegue ganhar o papel da Julieta? E será que Garth é realmente o rapaz com quem ela sonhava? Mais um “imperdível” título a juntar à descomplexada colecção «O Clube das Amigas».

Este é o 31.º volume da coleção O Clube das Amigas.

Sem comentários: